sábado, 17 de abril de 2010

O dia a dia de uma família bilingue

Várias pessoas nos disseram que com a Teresa devíamos ser firmes e eu falar exclusivamente em português e o Staś em polaco. Na prática não conseguimos fazer isso e acabamos por misturar as duas línguas. Há pouco íamos no carro e a Teresa começa a dizer no banco de trás: "Pão, makaron (massa), queijinho, szynka (fiambre)". A mistura de línguas dela é absoluta. A verdade é que já começa a perceber a diferença de certos ambientes. Há dias fomos passear com umas amigas polacas e ela percebeu que ali devia falar polaco e dizia woda em vez de água, etc (quando em casa normalmente prefere dizer aguinha). Quando a Maria esteve cá agora aprendeu a dizer siadaj, que quer dizer senta-te, porque a Teresa diz: senta! Siadaj!
Os nomes dos animais também vai dizendo conforme lhe apetece. Prefere dizer lew a leão, mas prefere macaco a małpa. Leite diz mleko, flores diz em português e sol também. Mas se dissermos estas palavras em polaco, percebe perfeitamente. Há poucos dias apercebi-me que sempre que lhe pergunto se quer alguma coisa e não quer, responde-me em polaco: nie chcę. Esta expressão aprendeu em polaco e é sempre assim que a diz, mesmo quando a pergunta é feita em português.
A nossa forma de a ensinar não é lá muito pedagógica, mas tem a sua piada e mostra-nos como de facto as crianças têm uma capacidade excepcional para aprender línguas.

5 comentários:

Margarida Elias disse...

E o mais espantoso é como ela sendo tão pequenina já fala polaco!:-)

Margarida Elias disse...

Estava a brincar... O Tiago via um canal para bebés que era todo em inglês (antes de fazer dois anos) e tive de o retirar porque ele já não falava nem português, nem inglês - era uma algarviada. Só agora começou a aprender inglês na escola. Mas é claro que ver na TV é diferente de ter os pais e a família a falar duas línguas. E é muito bom que fale português, estando ela rodeada de «polaco». Quando crescer vai ter uma boa vantagem porque vai ser bilingue. Beijinhos!

Luis de Camoes disse...

Sou portugues a viver em Krakow e estou casado com uma Polaca. Devo concordar com o facto de que tens continuar a ensinar tu Portugues e ele Polaco. Nao te importes se e pedagogico ou nao. Tenho amigos Portugueses a viver fora de Portugal e casados com estrangeiras e e bonito ver a maioria dos seus filhos falarem a lingua dos pais e tambem da mae. Vi o caso de americano casado com uma polaca que faz uma mistura de tudo mas consegue ser percebido. A tecnica e a mesma que tas a usar. Com pacienca vais ser bem sucedida.

Ana Cristina disse...

Eu, que passo o dia a ensinar português a alunos estrangeiros, considero a minha priminha Teresa uma TOP STAR: continua assim, miúda, vais longe...

maria zubrowka disse...

Vim para a este blog através de links em blogs amigos e gostei muito, vou seguir concerteza. Será uma forma de saber novidades da vida na Polónia átravés dos seus olhos.
Abraço de Portugal,
Ana